Um pouco mais sobre roteiros de eventos

17 de dezembro de 2011 at 21:25 5 comentários

Tive a curiosidade de simplesmente jogar no Google “roteiros de eventos” e achei um texto bastante interessante e que é muito bom para entendermos as confusões a respeito do conceito de roteiro. Segue abaixo:

Roteiro de um evento – Veridiana Serpa

  • Análise da situação – Justificativa (Por que)

- Breve resumo (10-15 linhas)

- Linguagem clara e objetiva

- Levantamento preliminar

- Ações passadas

- Exame da situação atual

- Fatores positivos e negativos

- Dificuldades e carências

- Razões para o evento ser aprovado

  • Objetivos a alcançar (para que)

- Utilizar os verbos na forma infinitiva

- Considerar a dimensão técnica/mercadológica

- Definir com clareza os objetivos gerais e específicos

  • Público a atingir

- Público Alvo

- Público Prioritário

- Público Paralelo

  • Atividades a realizar (como)

- Explicar os critérios adotados

- Expor as medidas a tomar para a consecução dos objetivos

- Listar atividades de acordo com os respectivos objetivos propostos

  • Cronograma – Programa (quando)

- Especificar abertura (mês/dia/hora)

- Especificar encerramento (mês/dia/hora)

- Etapas do trabalho gráfico (flyer/cartazes/convites/manuais/…)

- Remessa de convites

  • Recursos Necessários (com que)

- Check List (relação de materiais necessários)

- Relacionar quem vai trabalhar no evento (funções)

- Precisão de gastos

- Fonte de recursos

- Patrocínios

- Plano de custo anexado

- Instituições que irão ajudar

  • Divulgação

- Plano de mídia

- Layouts

- Textos

- Release

- Cartas

- Convites

- Scripts

- Roteiros

  • Sistemática de Trabalho

- Como será feito o trabalho

- Anexar mini-currículos do Coordenador do evento

- Equipe/Serviços/Tarefas

  • Avaliação (prós & contras)

- Anexar questionário que será aplicado

- Definir critérios

  • Relatório Final

- Clipping

- Fotos

- Recomendações

- Sugestões

 Fonte: http://30ealguns.com.br/2007/02/roteiro-de-um-evento/

 Não sei se perceberam, mas o que a autora classifica como roteiro, na verdade tem traços de todo o planejamento. Vejam, por exemplo, que ela coloca o checklist como apenas uma etapa para obtenção de materiais, ou seja, colocando um pouco de lado uma das partes mais importantes da elaboração de um evento.

Talvez a nomenclatura de algo não importe tanto assim na hora da execução, contanto que tudo saia muito bem feito. Porém, acredito que pra ser um bom profissional na área de eventos, esses conceitos primordiais devem ser muito bem claros e delineados e só assim se trabalhará com maiores segurança e competência.

Já se conversou bastante sobre o assunto, mas afinal, como se faz um roteiro, na prática? Isso é o que virá a seguir…

 Vanessa Lira

CCunha: Muuuuuito bem percebido, Lira. Tomei a liberdade de realçar em vermelho que a própria palavra “roteiros” faz parte do “Roteiro de evento” traçado pela autora escolhida por você. De fato, a mim me pareceu haver apenas um brainstorming (tempestade cerebral), que ainda necessita de subdivisões organizadas. Não é à toa que venho dizendo: para ser um verdadeiro profissional de eventos, é necessário estudar, ter clareza das nuances que dividem as quase infinitas tarefas de produção em partes bem delimitadas.

About these ads

Entry filed under: 'C-Roteiro do Evento. Tags: .

A Associação de Empresas de Evento Exemplos de roteiros – Festa Infantil

5 Comentários Add your own

  • 1. protextandoemerson  |  18 de dezembro de 2011 às 2:03

    Embora julgue o domínio técnico-acadêmico algo de extrema importãncia, a parte empirica do processo de construção de um evento é que de fato define quem é você para o mercado. Neste interim, pouco importa a confusão da taxionomia do material… ele precisa ser eficiente. :)

    Resposta
    • 2. Cristina Cunha  |  9 de fevereiro de 2012 às 15:18

      Emerson, tente explicar com profundidade EM QUE ESSE TEXTO FOI EFICIENTE PARA VOCÊ. Analise, passo a passo, a partir da experiência empírica. Tudo bem, isso aqui é um blog, né? Então, análises superficiais têm seu lugar, não? Mas aí, a linguagem de Wbyracy está mais apropriada. Outra pergunta que tenho é: ONDE ESTÁ A CONFUSÃO DA TAXIONOMIA DO MATERIAL? Não é porque isso acontece “por aí”, que tenha acontecido aqui! Aqui, estamos seguindo apenas o dicionário, e ROTEIRO nem é um vocábulo tão ignoto quanto TAXIONOMIA… Se o texto apresentado é um roteiro, com certeza é o da PRODUÇÃO, não o do EVENTO, como afirma o título. Isso é eficiência?

      Resposta
  • 3. wbyracy  |  19 de dezembro de 2011 às 18:39

    Um guia realmente pratico com todas as indicações para qualquer evento.

    Resposta
  • 4. Emi  |  20 de dezembro de 2011 às 21:42

    Muito interessante esse passo a passo. Só reforça a ideia de que a realização de um evento é algo que exige muito mais cautela do que se imagina, e embora tudo seja passível a imprevistos, não devemos abrir mão de um consistente e bom planejamento.

    Resposta
  • 5. Vanessa Alves  |  25 de dezembro de 2011 às 11:48

    Ufa! rs Roteiro, na minha opinião, pode ser consequência do planejamento, ou vice-versa. Ambos devem ser alterados ao longo da elaboração do evento. No final, seguir um roteiro, resultado do planejamento vai ser de extrema importância para que o evento aconteça de forma satisfatória.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Bem-vindo

Este é um blog acadêmico sobre eventos. Se você quiser colaborar, escreva para a autora em cristina_cunha@terra.com.br e apresente-se.
Saiba como funciona.
Cristina Cunha

Categorias

!-Não categorizados 'A-Definição e Estruturação (PFOA) 'B-Checklist 'C-Roteiro do Evento 'D-Plano de Divulgação e Motivação 'E-Plano de Avaliações 'F-Planejamento Financeiro 'G-Proposta de patrocínio ou apoio 'H-Plano de Ações e Cronograma 'I-Planos de trabalho 'J-Projeto de Fundamentação 'K-Pré-evento 'L-Implantação do Evento 'M-Execução do Evento 'N-Desmonte do Evento 'O-Pós-evento 01-História dos Eventos 02-Eventos Castrenses 03-Eventos Civis 04-Eventos Competitivos 05-Eventos Dialógicos 06-Eventos Eclesiásticos 07-Eventos Empresariais 08-Eventos Expositivos 09-Espetáculos 10-Eventos Homenageantes 11-Eventos Palatáveis 12-Eventos Políticos 13-Eventos Policiais não castrenses 14-Eventos Sociais 15-Como elaborar contratos 16-Como conseguir parcerias 17-Propostas de eventos a clientes 18-Patrocínio X apoio x parceria 19-Cerimonialista X Mestre de Cerimônias x Apresentador 20-Mediador X Coordenador de mesa 21-Cerimonial X Protocolo 22-Precedência - leis e bom-senso 23-Protocolo Civil 24-Protocolo Eclesiástico 25-Protocolo Castrense 26-Protocolo Universitário 27-Imprevistos usuais com Autoridades 28-Bandeira, Hino e outros Símbolos Nacionais 29-Convites e outros instrumentos escritos 30-Cumprimentos e Apresentações 31-Conversação semiformal 32-Discursos e pronunciamentos 33-Insígnias e emblemas condecorativos 34-Elegância nos Trajes 35-Elegância nas Atitudes - os convidados 36-Elegância nas Atitudes - o anfitrião 37-Coordenação do evento 38-Eventos passo a passo 39-Necessidades e oportunidades 40-Temas e subtemas 41-Públicos de interesse 42-Objetivos e resultados 43-Eventos e subeventos 44-Metodologia do evento escolhido 45-Definições iniciais: data, horário, local 46-Estimativa de custos 47-Projeto financeiro 48-Ordens de serviço 49-Material específico e brindes 50-Foto/filmagem 51-Alimentação: comida e bebida 52-Sinalização dos ambientes 53-Estacionamento para visitantes 54-Policiamento ou Segurança 55-Ambiente principal 56-Ambientes de apoio 57-Pessoal contratado ou envolvido 58-Precedência - Acomodação das autoridades 59-Acidentes em eventos 60-EVBlog - Evento Virtual Blog

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: